segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Vida Virtual

Como é estranho esse negocio de “vida virtual,” que torna possível conhecer tantas pessoas diferentes, tantas opiniões, tantas tribos novas...
É realmente muito estranha essa rede que possibilita estar conectado ao mundo todo com apenas um click. Utilizo principalmente como forma de me expressar, expor pensamentos, opiniões e tudo isso meio que sem me preocupar com quem vai ter acesso ao conteúdo, acaba funcionando com um diário onde confessamos e desabafamos como se ninguém fosse ter acesso a essas informações, todos sabem que não é bem assim que funciona mais quem liga? Não nos preocupamos com o que esta sendo exposto até o momento que passa o nos atingir diretamente... 
Conheci muitas pessoas assim totalmente sem pretensão, só por termos algo em comum uma mesma opinião.
Acho isso tão interessante, a forma de interação que essa ferramenta tão pouco explorada nos permite. A linguagem utilizada e a questão de ter de se expressar em tão poucas palavras que podem ser mal interpretadas pelos outros, afinal acaba que cada ser humana faz sua própria interpretação dos fatos e sub-entende da forma que melhor lhe convém.
A diversidade cultural e a quantidade de informações veiculadas em tão pouco espaço de tempo, são o que mais me atrai, é que sou assim um tanto quanto maníaca por informação, sinto necessidade de ter tudo ao mesmo tempo, um pouco impaciente e apressada, por isso tanto me atrai essa rede tão ampla e diversificada, que te permite ser tudo aquilo que quiser ser.
Uma pena é que existam tantos que utilizam essa ferramenta magnifica e ampla para divulgação de coisas tão banais e prejudiciais a vida, reunindo um grande numero de pessoas e despejando sobre elas preconceito, racismo, intolerância... infelizmente o ser humano ainda é facilmente manipulado por opiniões alheias, e a realidade que vivemos não esta interessada em criar pessoas formadoras de opinião, pessoas que conseguem absorver uma informação, ler uma noticia e interpreta-la tirando dela apenas aquilo que realmente importa, aceitando que não somos todos iguais, que vivemos em um país livre e cada um é responsável pelo que faz. 
É triste ver que mesmo com uma rede que nos conecta ao mundo inteiro, um mar de informações a maioria só a utilize para se conectar as redes sociais e alimentar um vida não existente, fazendo de tudo para transforma la em uma vida mil vezes melhor que a do seu amigo, sempre ostentando ter mais... Infelizmente estamos nos tornando cada vez mais banais e ignorantes, se importando apenas com a quantidade de seguidores que tem e não com a qualidade do que vem absorvendo muito menos com o que esta se tornando.
Engraçado mesmo é que mesmo no meio dessa bagunça, dessa vida tão agitada e interessante você consegue fazer amigos, pessoas que talvez jamais conhecesse se não fosse por essa vida virtual tão envolvente e avassaladora que a internet nos permite ter.
Isso me faz perceber que até mesmo nessa ferramenta tão interessante é possível encontrar alguém que valha a pena se importar, alguém que você vai realmente poder chamar de amigo. 
O que falta é aprender a utilizar melhor essa ferramenta que nos permite conhecer o mundo todo com apenas um click e parar de criar um mundo imaginário, quem sabe assim passemos a nos importar mais com o próximo e valorizar a vida real para que as duas vidas possam se tornar uma complemento da outra e assim então quem sabe a vida real passe a ter mais valor.



Um comentário:

  1. exatamente isso! incrível que mesmo com tantas possibilidades a maioria de nós continue a ser pequeno e se contente com tão pouco...

    ResponderExcluir